Arquivo de Setembro, 2008

29
Set
08

Dream Theater – Chaos in Motion (2007 – 2008)

É só pra dizer que efectuei há uns dias a pré-encomenda da edição de coleccionar da última release dos Dream Theater, Chaos in Motion (2007 – 2008), na play.com. Precisamente 2 dvd’s com concertos e todo o tipo de extras que possam imaginar (Behind the Scenes, projecções gráficas dos concertos, documentário sobre a “gear” do baterista, fotos, etc…), bem como 3 discos (cd audio) dos mesmos concertos da “live tour 2007-2008” intitulada “Chaos in Motion”. Tudo pelo módica quantia de 25,49€ que paguei com a simples criação de um cartão de crédito virtual (mbnet), com portes de envio gratuitos!!! Já para não falar que que os senhores da play.com não debitaram o crédito correspondente enquanto este não foi expedido para o destinatário, o que nos dá alguma confiança no serviço.

Supostamente esta release apenas deveria sair amanhã, mas pelos vistos hoje de manhã já chegou a minha casa! Agora digam-me que não vale a pena comprar música em vez de piratear? Eu sei, e Portugal não deve vale a pena – aguardo preços oficiais no nosso pequeno país!

Abraços.

Anúncios
26
Set
08

Sapo 6Mb

Não há muito tempo atrás, e com ânimo reforçado por uma falha súbita de telefone e internet de uma semana inteira, requeri à sapo que me actualizasse o plano (de 4Mb na altura) para o de 16 Mb, na medida em que estava a pagar por 4Mb o mesmo que pagaria por 16Mb se aderisse naquele momento. Prestáveis, como sempre, fizeram a actualização quase de imediato, que é como quem diz, fiquei sem internet uns bons 2/3 dias. Mas lá veio a actualização que, para espanto meu, ou nem tanto assim, apenas se ficou por 8Mb. Claro que o facto de a velocidade ficar pela metade, em nada influenciou o pagamento integral dos 35€ que, para todos os efeitos, deveria corresponder à velocidade até 16Mb, mas, azar dos azares, na minha terrinha não passa dos 8Mb.

Claro que os senhores da Sapo, como disse, são muito prestáveis e lá me fizeram um desconto, mas só mesmo por ser um bom cliente! Então eu ando, há uns bons meses, a pagar 25.28€ por 8Mb.

Acontece é que os meus azares, geralmente, nunca vêm sós. Vá-se lá saber porquê, gostam de vir juntos! Estava eu frustrado porque a minha linha e distância da central apenas permitiam 8Mb, quando verifico que a internet, constantemente (mas mais frequentemente à noite), desligava-se sem explicação plausível, estivesse eu a navegar, a fazer um download ou o que quer que fosse. Pensei que fosse temporário, mas os meses passaram e nada mudou. Mais tarde, uma vez mais, fiquei sem telefone nem internet durante 2 dias. Liguei do telefone do vizinho para a PT e para a SAPO explicando a situação do telefone e da internet. Quando o serviço foi retomado, o problema da internet que se desligava mantinha-se.

Foi então que tomei a decisão. Pedi para me baixarem a velocidade, optando pelo plano de 6Mb que, com Factura Electrónica e Débito Directo me proporciona uma navegação sem limites de tráfego. Não vale a pena estar a pagar uma internet que “não se aguenta”. Prefiro pagar 18,88€ por uma capacidade de download ligeiramente inferior (mantendo a capacidade de upload) e ter a internet 24/24h sem se desligar por tudo e por nada. Hoje já baixaram a capacidade para 6Mb e, até agora, a internet ainda não se desligou subitamente, o que me leva a crer que “descobri a pólvora”. Do mesmo modo liguei para a PT e pedi para, de uma vez por todas, deixarem de me cobrar os 14€ de assinatura telefónica não convertíveis em chamadas, o que também aconteceu e agora pago 8 euros convertíveis em chamadas. Portanto, é caso para dizer, os SAPOS e a PT que vão mamar ao *******. De mim recebem de acordo com o serviço que prestam.

Abraços.

24
Set
08

Zeitgeist

Não vou fazer qualquer comentário em relação a este filme. Vejam-no (sabendo relativizar os exageros) e depois pensem para vocês próprios se existe algum comentário que lhe encaixe.

http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906

(clicar para ver)
10
Set
08

Rap do LHC

Já que o tema está na moda! Vamos aproveitar para nos divertirmos com ele:

10
Set
08

CERN – LHC

Hoje é o dia em que o Large Hadron Collider (LHC) vai procurar simular aquilo que terá sido o nascimento do universo (seja lá o que isso for, digo eu…).

A ideia, se bem percebi, é fazer colidir átomos (no entanto o vídeo fala em “protões” que, salvo erro da minha parte, constituem o núcleo do átomo em conjunto com os neutrões) à velocidade da luz, o que significa que serão inicialmente direccionados em sentidos opostos, até colidirem no circuito (o que deverá acontecer 600 milhões de vezes por segundo). Se tudo correr bem, segundo os cientistas, isto não só simulará o Big Bang como vai permitir estudar a origem da massa que compõe as partículas elementares. Estas são ainda desconhecidas e compõem toda a matéria.

Claro está que não faltam cientistas a dizer que esta experiência terá efeitos muito nefastos para a humanidade – podendo implicar a destruição do planeta. Há quem fale no fim do mundo por intermédio da produção de um buraco negro. Ao que parece todos concordam que existe essa possibilidade, contudo, para uns ela é extremamente reduzida, para outros a expressão “extremamente reduzida”, quando se trata da humanidade, tem um outro significado.

Bem, eu confesso que não percebo praticamente nada do assunto, mas também não vou mudar em nada o meu dia só por causa disto. O Google é que parece que também está a acompanhar a par e passo a experiência.

Enfim, todos estaremos aqui para, das duas uma: confirmar as preocupações de muitos cientistas; aprender com a experiência.

Ou será que estaremos aqui para as duas?

Abraços.

EDITADO: Já aconteceu (aliás aconteceu às 10h28 desta manhã)! Não sabia que eles tinham um WebCast que acompanhava em directo o “First Beam”, mas pronto, podemos ficar com o rescaldo aqui! Além disso, também fiquem a saber que, afinal, isto é apenas o início… Só durante os próximos meses, anos certamente, é que as experiências mais sérias terão lugar uma vez que, para já, é necessário ir calibrando os instrumentos de tentativa para tentativa.

09
Set
08

Nova tentativa Fedora 9 (parte 3)

Não podia iniciar este post sem pedir desculpa pelo erro enorme que cometi nos dois anteriores posts. De facto, desde a release 7 que a distribuição se chama Fedora, só e apenas, sem “Core”, nem coisa alguma. O reparo foi indicado por um leitor, ao qual agradeço imenso. Como disse, estamos sempre a aprender e achei necessário começar este post com esta pequena introdução.

Hoje, pela manhã, comecei a explorar um pouco mais a “consola”, isto é, em que é que diverge o Fedora das outras distribuições no que concerne aos comandos da consola. Foi uma surpresa agradável verificar que não existem muitas diferenças. Claro está que o básico da consola é tendencialmente estático de distribuição para distribuição, o que não faria sentido de outra forma, mas ainda assim a adaptação é necessária em alguns pontos. Vejamos, o ubuntu tem o apt-get, o fedora tem o yum. Só um pequeno exemplo… Felizmente a forma como trabalham é igualmente muito semelhante. Para chamar os privilégios de administrador, em fedora, basta um “su -“. Enfim, é outro exemplo de um comando utilizado por todos no dia a dia e que pode variar de distribuição para distribuição (neste caso leva um ” -” à frente do “su”. Eu creio que aqueles que já utilizaram muitas distribuições percebem onde quero chegar. No fundo as coisas nunca divergem muito, mas existe sempre uma pequena diferença que nos pode dar dores de cabeça…

Não obstante, esta manhã concluí que durante a instalação da madrugada de ontem, talvez por distracção, não tinha utilizado as definições avançadas dos pacotes a instalar, o que significa que perdi muito do suporte português bem como a possibilidade de instalar o sistema completamente actualizado e com vários recursos de desenvolvimento de aplicações, bem como as sources. Isto é, em vez de instalar o fedora e depois actualizar no primeiro boot, queria antes adicionar antes um repositório dos updates na instalação e assim conseguir um sistema actualizado de raiz, o que significa que é mais “limpo”. Eu podia ter resolvido tudo na instalação que já havia realizado, mas não sou tão preguiçoso quanto isso e decidi avançar com uma nova instalação de raiz. Não é que perdesse nada de importante…

Fiz então o download de uma outra imagem ISO do fedora, mais concretamente o Fedora-9-i386-netinst.iso. Tirei-o do servidor darkstar. Este CD de instalação tem pouco mais de 100 megas, é óptimo para quem procura instalar a distribuição através da internet e não quer andar com 6 cd’s atrás, ou não tem leitor de dvd. Também é óptimo para quem precisa, como eu precisei, de instalar um sistema actualizado de raiz. A instalação iniciou em modo de texto questionando-me acerca da minha localização, língua e definição de teclado. Depois tive que indicar um servidor de onde o anaconda pudesse fazer o download dos pacotes. Decidi que do darkstar seria uma boa escolha, pelo que indiquei o seguinte endereço: http://darkstar.ist.utl.pt/fedora/releases/9/Fedora/i386/os/.

A instalação entrou então em modo gráfico e depois tudo correu como era suposto, tal como correria com o dvd ou com os cd’s, mas sem a parte de trocar de discos ou a infelicidade de uma gravação com erros. Não obstante, antes de partir para a instalação, desta vez fui mais cuidadoso ao escolher bem e com critério tudo aquilo que queria instalar, bem como o suporte linguístico. Ao mesmo tempo adicionei um novo repositório – o dos pacotes actualizados. É claro que escolhi também o repositório darkstar: http://darkstar.ist.utl.pt/fedora/updates/9/i386/.

Tudo correu como eu planei e, “out of the box” como muito gostam de dizer os nossos amigos norte-americanos, fiquei com o sistema completamente actualizado sem ter que passar por aquele processo de actualização demasiado moroso – tal como anteriormente havia referido – nem pelo download e instalação de pacotes desactualizados. Assim, com as coisas limpinhas, voltei a instalar as drivers necessárias.

Bem, acho que esta vai ser a minha nova distribuição durante uns longos meses. Cá estarei para dar mais notícias!

Abraços.

09
Set
08

Nova tentativa Fedora 9 (parte 2)

Bem, ainda há cerca de uma hora e meia escrevi o post anterior e já estou a escrever um novo sobre o mesmo tema! Isto é que é eficiência… Na verdade, terminei há muito pouco tempo a instalação e actualização do sistema.

Devo dizer que instalação foi bastante mais rápida do que era nas anteriores releases do Fedora Core.e Fedora Enfim, uns pontos a favor do anaconda que, passados tantos anos, continua a dar cartas e a provar que está longe de ser obsoleto, ainda tendo muitos mais anos de vida! Contudo, o mesmo não se pode dizer da actualização do sistema – é extremamente lenta! O Ubuntu, neste ponto, está anos luz à frente do Fedora Core. Não obstante, em comparação com o Suse, o Fedora aparentou-me ser mais rápido.

Uma vez mais e comprovando a teoria que venho sufragando há muitos anos, o SeLinux cotinua a dar mais dores de cabeça do que propriamente bons resultados! Chegou ao ponto de bloquear uma actualização do Fedora… Tive que desbloquear manualmente o processo, não foi complicado e até se tornou útil uma vez que me lembrou para desactivar o SeLinux…

A driver Nvidia foi extremamente fácil de instalar seguindo o seguinte link. O mesmo em relação à Driver Wireless bcm4318 através do Ndiswrapper, bastou instalar o Ndiswrapper através do yum, fazer o download da driver, instalar a mesma com o Ndiswrapper e adicionar à blacklist a driver genérica ssb, adicionado também ao modprobe o Ndiswrapper. Os links para recordar o processo e para o download da driver foram também fáceis de encontrar no google. Finalmente tenho a net a 100% via wireless…

Também já instalei o plugin flash, a facilidade com que se instala no fedora está ao nível de qualquer outra distribuição.

A driver da minha Pixma MP500 também será instalada com extrema facilidade, creio, uma vez que o CUPS sempre funcionou bem!

Portanto, nestas últimas hora e meia, duas horas sensivelmente, já fiz tudo isto que descrevi sem ter ainda qualquer tipo de problema (excepção do SeLinux). A documentação é igualmente extremamente fácil de encontrar. Desta feita, mais não posso dizer senão que estou muito optimista em relação a esta nova tentativa com o Fedora Core 9!




Ubuntu 10.04

Ubuntu: For Desktops, Servers, Netbooks and in the cloud
Setembro 2008
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Petição contra o Novo Acordo Ortográfico

manifestodefesalinguapoug5

Plágio!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Visitas

  • 430,704 visitantes