Arquivo de Agosto, 2008

31
Ago
08

e.escola – Insys 8761SU

Há um tempo atrás referi-me a esta campanha de uma forma muito colateral. Alguns portáteis do e.escola começaram a apresentar problemas e a notícia espalhou-se rapidamente pela internet.

Hoje o que me leva a falar novamente do e.escola é a qualidade de um dos portáteis que existe à escolha! Enquanto navegava pela página da TMN referente ao e.escola, deparei-me com o Insys 8761SU. O portátil é claramente vocacionado para a diversão, especialmente para os jogos. A sua placa gráfica GeForce 9300M GS faz lindamente o seu trabalho e ajuda, não apenas nos jogos, mas igualmente no trabalho gráfico e na reprodução de conteúdo multimédia porque, e muito bem, utiliza apenas RAM dedicada!

Creio que esse é, sem dúvida, o caminho a seguir nesta campanha. As coisas, no mundo da informática, e especialmente no que concerne ao hardware, mudam da noite para o dia. Certamente que nos dias que correm não podemos crer que um chip onboard possa fazer o mesmo que uma placa gráfica dedicada. “Claro que para efeitos mais modestos, não se justificaria, pelo menos à partida, uma placa gráfica dedicada.” – Diriam alguns. Mas eu estou tentado a discordar completamente dessas pessoas.

Por um lado, na grande maioria dos casos esses chips onboard, ou placas gráficas onboard, ou GPU’s onboard (como proferirem), não possuem módulos de RAM dedicados. Ora, isto implica necessariamente que a RAM da máquina seja partilhada com esse pequeno bichinho. Para muitos isto continua a não ser um problema. O grande problema é que, ao contrário de alguns chips que possuem um limite de memória RAM fixo, outros começam por “sugar” 32 ou 64 Mb só para efeitos do Sistema Operativo, passando depois para 256 ou 512 Mb quando, por exemplo, iniciamos um jogo. Claro que a máquina se ressente, ainda que tenha mais de 2 Gb de RAM.

Mas este problema não se reflecte apenas nos chips onboard, muitas placas gráficas dedicadas da NVidia possuem uma tecnologia a que dão o nome de TurboCache! Pois bem, convém dizer à partida que, na minha modesta opinião, a NVidia criou (ou nem por isso) esta tecnologia para vender gato por lebre, isto é, vender uma placa gráfica dedicada quando na realidade só é semi-dedicada. Muito são aqueles que ainda acreditam que aquilo que realmente conta numa placa gráfica é a quantidade de RAM, tudo o resto não interessa. A NVidia sabia isto muito bem, ao ponto de começar a fabricar placas gráficas com 64 ou 128 Mb de RAM dedicada, expansíveis a 256 ou 512 Mb de RAM através do TurboCache que mais não faz do que esses chips onboard – sugar a RAM física. Bem, a ideia resultou certamente, porque a esmagadora maioria dos portáteis utilizam esse tipo de placas gráficas. Quanto maiores os números (desde que não o dos preços), mais as pessoas gostam de um produto!!! O grande problema é que a RAM da máquina não é tão rápida quanto a RAM dedicada das placas gráficas. Isto é, tanto a sua latência como a capacidade não oferecem o tempo de resposta e a largura de banda que um jogo exige de uma placa gráfica… Enfim…

Mas não era bem disto que eu gostaria de falar, ainda que me aprouvesse necessário. Na verdade o e.escola consegue fornecer este portátil porque abdica do custo do Sistema Operativo. Isto é, ao contrários dos outros portáteis à escolha, este não possui o Windows Vista de origem! Pois é, tiram-se uns euros de um lado, colocam-se do outro! Não sei como vão as vendas deste portátil, mas desconfio que muita gente pensa duas vezes antes de o encomendar pelo simples facto de vir com o Caixa Mágica instalado. Calma, isto não é uma crítica ao Caixa Mágica, aliás, até gosto bastante da última versão que, felizmente e finalmente, abordou uma nova perspectiva. O mesmo é dizer que a base é agora bastante mais sólida, ou não estivesse-mos a falar em Mandriva! Aliás, estou tentado a aconselhar a todos uma pequena “tour” por esta distribuição, ainda que inicialmente num ambiente virtual! Com isto quero dizer àquelas pessoas que estão na dúvida, para não temerem pela sua escolha – continuará a ser a melhor!

Mas fechando este parêntesis, não será de estranhar que apenas a TMN ofereça este portátil como escolha? Então se eu for cliente de outra operadora e não me apetecer estar a pagar internet à TMN, não posso escolher este portátil? Só eu é que vejo aqui algo de errado? Eu não conheço muito bem a forma como o Estado Financia esta campanha nem tão pouco a margem de manobra que é atribuida às várias operadoras para, livremente, estabelecer ela própria os portáteis que oferece. Mas existindo este jogo de cintura, parece-me claro como a água que a TMN leva clara vantagem em termos estratégicos e, se estivesse abrangido por esta campanha, certamente que seria o Insys 8761SU a minha escolha!!!

Estava agora à procura de um link com o qual podesse completar este post e encontrei um que, creio, é bastante interessante. Fiquem com ele: http://www.omelhorportatileescolas.com/p001.php

Abraço.

Anúncios
30
Ago
08

Serviço de Saúde – Sicko

Aquilo que as pessoas melhor fazem é reclamar! Ainda bem que somos peritos nessa arte, caso contrário a humanidade estaria atrasada no tempo centenas de anos! Aquilo em que que as pessoas são muito más é a reconhecer a sorte que têm por viverem em países como o nosso. Claro está que falo igualmente contra mim, caso contrário seria o maior dos arrogantes.

Estas palavras parecem muito vagas, e são-o certamente. Todos já ouvimos falar em Michael Moore, da mesma forma que praticamente todos já vimos alguns dos seus filmes! Graças à sua opinião acerca da partilha de ficheiros na internet, é muito fácil encontrar alguns dos seus filmes nos mais populares motores de busca, como o Google Video.

Terminei de ver o seu filme Sicko e creio que pouco mais possa dizer senão fazer uma pequena introdução àquilo que vão poder encontrar nesse filme. Antes de mais, sei à partida que muitas são as pessoas que nutrem sentimentos negativos relativamente a Michael Moore, criticando-o por, alegadamente, manipular e distorcer a realidade com os seus filmes! O seu historial de filmes-documentário fala por si e, ainda que eu aceite que existem exageros e alguma manipulação, é difícil não acreditar em muitas das coisas que ele partilha connosco. Em Sicko encontrarão uma crítica profunda ao Serviço de Saúde Norte-Americano. Ao mesmo tempo que vamos desvendando um cem número de histórias reais que se transformam em dramas e famílias destruídas, somos igualmente confrontados com alguns dos melhores sistemas de saúde e a solução que muitas pessoas encontram para evitar o sistema Norte-Americano.

Já imaginaram chegar a um hospital público em estado crítico e, antes de ser tratado, ser necessário verificar se temos seguro de saúde e se ele cobra as despesas, ou, não tendo, verificar se podemos pagar o tratamento? Já imaginaram ser-lhes recusado um tratamento que salvará a nossa vida porque o seguro não paga, ou porque não o podemos pagar do próprio bolso?

Acho que o melhor mesmo é verem o filme:

Michael Moore – Sicko

 

Nota: O filme tem mais de duas horas, mas vale cada minuto!

 

29
Ago
08

Guns N’Roses – “Chinese Democracy”; e o FBI!

Como muitos de vocês devem saber, muito se falou, fala e ainda falará sobre o álbum “Chinese Democracy” do Guns N’Roses (GNR). O que ninguém esperava é que o FBI entrasse em acção para defender os tão idolatrados “Direitos de Autor”, ou “Copyright”, como dizem os nossos amigos (expressão essa que, só de si, não deixa de ser curiosa quando comparada com a correspondente no nosso país)…

Então não é que um dos autores do blog “antiquiet“, que dá pelo nome de Skwerl, foi detido pelo FBI, qual criminoso de alto risco, porque disponibilizou algumas faixas do novo disco dos GNR? Hum… Não terá o FBI mais nada que fazer? Tipo, não sei, procurar o seu barbudo velho amigo terrorista!?

Eu diria que o caso levanta a questão: O que incomoda mais? O “copyright”, ou um blog? Bem, pelo exemplo que os trackers P2P nos têm dado, e verificando que não há assim tanta gente presa quanto os copyrights violados, estou tentado a crer que um blog tem realmente o seu poder!!! Por outro lado, parece mais fácil encontrar o autor de um blog do que o autor de um registo num tracker.

Seja como for, já não estará na hora de o FBI lançar um disco chamado “American Democracy”?

26
Ago
08

A solução ideal para as mulheres!

Agora também pode fazer em pé!

26
Ago
08

The Mojave Experiment

Muitos devem estar já a questionar: O que é o Mojave Experiment? Enfim, a melhor forma de começar este post será mesmo pela minha opinião pessoal.

O Mojave Experiment é uma valente treta!

Agora passo a explicar o que é o Mojave Experiment! Trata-se de algo muito simples. Um conjunto de pessoas são confrontadas com perguntas acerca do que pensam sobre o Windows Vista. Essas pessoas acabam por dizer muito mal desse malogrado SO. Depois, essas mesmas pessoas, são confrontadas com um suposto sucessor do Windows Vista – o Windows Mojave! Agora adivinhem: As mesmas pessoas que só tinham coisas más a dizer sobre o Vista, dizem agora maravilhas do Mojave.

Finalmente, mas não menos importante, essas mesmas pessoas deparam-se com a grande conclusão: É-lhes dito que, afinal, o Windows Mojave é o Windows Vista!

Bem, o melhor é verem por vocês próprios o vídeo do site oficial: http://www.mojaveexperiment.com/

Não obstante, ainda creio que deva tecer alguns comentários acerca do Mojave Experiment! Na realidade o que os criadores deste projecto pretendem é transmitir ao mundo uma mensagem que, a meu ver, seria qualquer coisa como isto:

Vejam lá, afinal o Windows Vista é a melhor coisinha que para aí anda. Vocês é que pensam que não porque muita gente diz mal do Windows Vista! Macaco vê, Macaco faz, e mesmo sem saber do que falam, acabam por, vocês mesmos, transmitir a ideia de que o Windows Vista é um mau produto, quando na realidade não é!

Eu até sou capaz de compreender a lógica inerente a este projecto. A sério que sou. Mas vejam lá, olhem bem para o vídeo do site e para as pessoas que são entrevistadas!!! Por amor de Deus, aquelas pessoas não sabem sequer o que é um Sistema Operativo. Claro que tudo vai ao ponto de essas pessoas acreditarem que o Windows Vista já tinha sucessor – O Windows Mojave! Quem é que de nós não cairia nesta artimanha? Sinceramente…

Mas agora um pouco mais a sério. Eu não sou daqueles que se põem a comparar Sistemas Operativos para determinar o que é bom e o que é mau. Para mim, um bom Sistema Operativo é aquele que:

Ponto 1: Faz aquilo que as pessoas querem e precisam com rapidez, eficiência e da forma mais simples e acessível que for possível!

Ponto 2: Seja seguro e transparente!

Ponto 3: Não se limite a oferecer funcionalidade deixando de parte o carácter pedagógico, isto é, fazendo o utilizador compreender o que tudo o que faz no computador para, desse modo, aprender verdadeiramente informática!

O Windows Vista, diga-se em abono da verdade, faz o que a grande maioria das pessoas querem e precisam sem que essas precisem de conhecer muito de um computador ou, se assim preferirem, de informática. Infelizmente, para o Vista o fazer com rapidez, a máquina terá que ser bem apetrechada.

O Windows Vista é mais seguro que os seus antecessores! Chatinho, sem dúvida, mas mais seguro! O que não significa que a sua segurança seja louvável! Já quanto à transparência, enfim, a Microsoft é uma verdadeira vergonha nesse aspecto (quem não se lembra do WMP), tal como sempre foi – o preço a pagar pelo “software fechado”!

O factor pedagógico que, por exemplo, existe no mundo do GNU/Linux simplesmente não existe no Vista nem em nenhum SO da Microsoft. Um utilizador do Windows, ainda que tenha uns 15 anos de experiência, pode muito bem continuar a perceber zero de informática!

Claro está que para os mais exigentes estes três pontos que falei são apenas a ponta do icebergue. São, sem dúvida! Mas para a grande maioria dos utilizadores são aquilo que importa!

Mas agora concluindo. O Windows Vista é um mau sistema operativo como para aí dizem?

Eu acho que não porque, como disse, faz tudo aquilo que para a grande maioria das pessoas é essencial.

Mas é um bom sistema operativo?

Não porque, tal como afirmei em cima, não tem um carácter pedagógico (uma velha política da Microsoft) e a sua segurança, na esmagadora maioria dos casos, baseia-se no sistema de Privilégios de Administrador, que, como que um autêntico perseguidor, bombardeia o utilizador com pedidos constantes.

Dito isto e repetindo o que inicialmente afirmei: O Mojave Experiment é uma valente treta e deve ser entendido por todos nós como uma tentativa desesperada, frustrada e fundada em pseudo-evidências, de provar que o Windows Vista é um bom sistema operativo!

Abraços




Ubuntu 10.04

Ubuntu: For Desktops, Servers, Netbooks and in the cloud
Agosto 2008
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Petição contra o Novo Acordo Ortográfico

manifestodefesalinguapoug5

Plágio!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Visitas

  • 429,630 visitantes