30
Jan
08

Computador equilibrado por menos de 350€?

Muita gente pensa que para ter um computador hábil e actualizado é necessário gastar muito dinheiro. Talvez seja altura de alguém lhes dizer que não, que não é necessário gastar muito dinheiro, desde que se saiba o que se quer e o que se está a fazer. No fundo, aquilo que me levou a escrever este artigo prende-se com a eterna dúvida: Será que, ao comprar um PC novo, estamos a pagar precisamente aquilo que ele vale? Na maioria dos casos isso está longe de corresponder à verdade. Neste artigo não faço referência nem a ecrã, nem a Sistema Operativo (SO). Parto do princípio que o interesse do leitor é actualizar a máquina, portanto, o mesmo é dizer que preceituo que o leitor já tem um ecrã e não o pretende trocar, tal como já tem um SO (muito menos acho relevante falar em teclado, rato e colunas – a não ser a utilização do PC seja intensiva e aí já faz sentido pensar num bom teclado e rato). Se não tiver SO, use Linux (é o melhor conselho que posso oferecer). Para o efeito, talvez precise de alguns conhecimentos de montagem de hardware, mas pode até nem ser necessário – existem lojas que fazem a “assemblagem” dos componementes.

Então, é possível um computador hábil, actualizado e potente por menos de 350€?

– Sim, é possível:

 

Caixa microATX: Linkworld – 437-09U Micro ATX – 420W ROHS C/ Cardreader Black 217535€

A escolha de uma caixa micro, em si, pode parecer curiosa ao utilizador. Uma caixa micro, na minha modesta opinião, acarreta imensas vantagens. O tamanho é a vantagem “la palice”, contudo, nos dias que correm, com as “lan party” que têm invadido o nosso país (e ainda bem), a mobilidade é essencial e o peso também. Além disso, aquelas torres enormes, na minha opinião, são um exagero. A única vantagem em ter uma grande torre é o facto das boards ATX terem mais slots PCI do que as microATX, o que acaba por ser inútil atendendo às capacidades que as motherboards actuais trazem de origem. Portanto, esta microATX, na minha opinião é o parceiro ideal e na maioria das lojas traz já uma fonte de alimentação de 420W, que para a configuração seguinte basta. Traz ainda um leitor de “cartões de memória”, sempre achei esta característica como essencial num PC, agora que as disquetes caíram no esquecimento e já existem “cd’s de recuperação e de boot”, parece-me que a disquete foi substituída pelos cartões de memória que nos dão mais mobilidade, capacidade de armazenamento e velocidade de escrita e acesso.

 

Motherboard: Asus – P5VD2-VM/GB/SI45€

Uma boa motherboard é essencial num PC (mais do que um utilizador, “à priori”, possa pensar). Infelizmente, tendo em conta que o limite se encontra no 350 euros, não posso fazer uma escolha mais extravagante. Ainda assim, creio, esta board tem todas as características essenciais tanto para acompanhar o andamento dos componentes que seguidamente encontrarão, tanto para uns possíveis “mini updates futuros”, ainda que limitados – mas esse é um problema de qualquer motherboard, mesmo das todo de gama. Em suma, é compatível com socket 775 (para os dual core da Intel) até 1066 de FSB, suporta DDR2 até 667mhz, pci-e para a placa gráfica, SATA 1/2 para o disco rígido, duas slots PCI (que duvido vir a ser utilizadas), etc… É uma board decente e equilibrada. Escolhi ASUS por experiência própria (boa expriência, por sinal).

 

Processador: Intel – Pentium Dual Core E2180 2,00GHZ skt77580€

No processador a minha escolha vai para os Dual Core. Efectivamente, com o passar do tempo, rendi-me a esta tecnologia. Inicialmente, pelas primeiras experiências que tive, nada encontrava que justificasse processamento a dois núcleos, acontece que a maioria do software que actualmente é utilizado e desenvolvido está optimizado para correr em dois núcleos. Então, Intel será, neste momento a melhor escolha. Dois núcleos de 2,0Ghz com FSB 800Mhz e 1mb de cache L2. Muitos dirão que é pouco. Eu discordo, estamos a falar de um ambiente desktop até 350 euros, não nos esqueçamos. Além disso, este processador continua a dar cartas na maioria do software de edição de imagem/vídeo e mesmo nos jogos disponíveis para PC. Mas não façamos confusão, esta máquina não é ideal para jogar, é importante estar consciente que a configuração que proponho serve para todo o tipo de actividade imaginável, mas os “jogos” é uma área muito específica (talvez um dia, se acharem relevante, pense numa configuração ideal para correr jogos).

 

Memória: 2x Kingston – 1Gb DDR2 PC66720€+20€

RAM é essencial e nunca é demais. 2 Gb a 667Mhz CL5 é aquilo que recomendo. Pouco mais há a dizer acerca desta escolha, senão que considero 2 Gb o ideal para esta configuração em detrimento de 1 Gb que considero pouco, especialmente se estiverem em SO Vista. Além disso, para aqueles que necessitam de “compilar” constantemente, e que utilizem software de manipulação gráfica como o Photoshop ou o Gimp, memória é essencial para acompanhar a capacidade de processamento e nos poupar tempo e dores de cabeça. Dois núcleos de processamento a 2Ghz acompanhados de dois módulos de 1 Gb cada – por aqui podem perceber a minha escolha.

 

Armazenamento: Hitachi – Disco 250Gb SATA2 7200rpm60€

Como muitos de nós utilizamos redes de partilha P2P, ou até mesmo FTP ou newsgroups (espero que não para práticas ilegais – pirataria, etc.), espaço de armazenamento em disco é essencial para guardar, arrumar e indexar tudo aquilo que queremos. Creio que 250 gigas serão suficientes para as necessidades comuns. Se não for o caso, se apenas utiliza o PC para o seu trabalho diário, navegação na internet, consulta de email e diversão como filmes, música ou a até mesmo jogos, estes 250 Gb chegarão e sobrarão.

 

Combo CD/DVD: Asus – DRW-1814BL/A5/H301L/BLK/B DVDRW (X-Multi +LightScribe) Preto 30€

Como não pode deixar de ser, é necessário um leitor/gravador de CD/DVD. Eu considero que é um aspecto que não deve estar relegado para segundo plano. Temos de ter consciência que um bom gravador de CD/DVD vai aumentar o tempo de vida de uma mídia, bem como aumenta a compatibilidade de leitura entre vários leitores. Quantas vezes já gravamos os nossos documentos pessoais em dvd e depois não conseguimos aceder a eles noutro PC? Quantas vezes já criamos uma apresentação, em vídeo, das fotos das nossas férias, ou da festa de anos de um amigo, e depois o leitor de sala não consegue ler a mídia que foi gravada? Ou, até mesmo, quantas vezes compramos uma marca de DVD que o nosso gravador não consegue identificar/gravar/ler? Por tudo isto escolhi um ASUS que considero completo e de qualidade bastante elevada, grava todo o tipo de mídia cd/dvd, possuindo muitas tecnologias que salvaguardam as falhas de escrita e leitura, bem como suporta lightscribe para os aficcionados.

 

Placa Gráfica: Asus – EAH2400PRO/HTP/256M PCI-E45€

Todos os PCs, ainda que de trabalho, merecem uma placa gráfica dedicada (mesmo que seja muito modesta). Eu sou completamente adverso a placas gráficas onboard, especialmente aquelas que partilham a RAM física da board. Essas placas gráficas, além de serem muito más, além de serem lentas e praticamente nada acelerarem, ainda arruinam a capacidade de processamento e a latência da RAM. Hoje em dia, por menos de 50 euros conseguimos placas gráficas modestas (como é o caso desta), compatíveis com directx10 e com uma quantidade considerável de memória RAM dedicada. Esta ASUS, baseada no Motor Gráfico ATI Radeon HD 2400PRO, além de ser barata, chega a merecer título de “pequeno bólide de corrida”. Não é uma placa para aficionados dos jogos de PC, mas permite correr todos os jogos mais recentes a resoluções modestas, bem como permite correr todos aqueles títulos que nunca esquecemos e estão sempre instalados no nosso PC. Assim, além de libertar a RAM e o processador para aquelas actividades que efectivamente devem ser suas, ainda dá um “bost” de performance em todo o tipo de trabalho gráfico, aceleração 3D, vídeo, etc…

 

Feitas as contas… = 335€

WOW…

Agora compare este preço a outros preços das grandes superfícies que está habituado a visitar… Dê um salto na chip7, na worten, na vobis, etc… Vá até lá, veja quantos PCs sem ecrã eles têm com esta capacidade e conectividade, e a este preço… Claro que não têm, e certamente vão reparar que o motivo, ou um dos grandes motivos, é a inclusão do SO Vista, mesmo que o home edition (e nunca vão ver o CD/DVD original do Vista, garanto-vos). Pense duas vezes antes de comprar um PC, ou fazer um update à sua máquina. Escolha os seus próprios componentes e não deixe essa escolha a mais ninguém. Podem conseguir uma máquina hábil, equilibrada e personalizada ao vosso gosto, por muito menos do que imginam ser possível… São os conselhos que lhes dou…

Espero que ajude…

Abraços.

 

NOTA: Os preços foram consultados nos principais sites comparadores de preços nacionais. São meramente aproximados, e muitos deles foram inflacionados cerca de 5/10 euros por minha opção, a fim de fazer contas aos portes de envio.

Anúncios

3 Responses to “Computador equilibrado por menos de 350€?”


  1. 30 de Janeiro de 2008 às 18:20

    Muito bom artigo. Estou a pensar construir uma máquina para fazer de NAS cá em casa em caso de não encontrar uma solução integrada a bom preço e por 350€ mais o FreeNAS não se fica mal servido.

  2. 31 de Janeiro de 2008 às 15:15

    Madril, obrigado pelo seu comentário.

    Por 350 euros, e uma vez que um servidor FreeNAS não necessita de suporte gráfico avançado, podes esquecer a placa gráfica e pensar em outra board, outro processador (especialmente noutro procesador…) e mais RAM… Podes também meter um leitor (n creio que necessites de gravador) de DVD dos mais baratos que há, para o efeito serve perfeitamente.

    A escolha do processador é que tem que ser muito minuciosa (Intel Xeon é a escolha que eu faria). Tudo depende se queres dual (180 a 250€)ou quad core (200 a 300 euros)… Se estiveres a pensar em quad core, então vais precisar de um pouco mais de 350 euros na totalidade (uma vez que vais necessitar de outra board que vai ser muito mais cara)…

    Eu também estou um pouco no escuro, não sei para que efeito queres o servidor, até pode nem ser necessário um Xeon…

    abraços…

  3. 31 de Janeiro de 2008 às 22:13

    Xeon e Quad Core é um bocado overkill para um NAS doméstico para fazer backups a uns quantos PC’s.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Ubuntu 10.04

Ubuntu: For Desktops, Servers, Netbooks and in the cloud
Janeiro 2008
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Petição contra o Novo Acordo Ortográfico

manifestodefesalinguapoug5

Plágio!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Os mais clicados

  • Nenhum

Visitas

  • 428,343 visitantes

%d bloggers like this: