04
Jun
07

Dois SO’s no mesmo HDD em dualboot

Para muitos isto é canja, para outros um pesadelo, e para alguns ainda algo completamente desconhecido. Para quem sabe aconselho a ler, nunca se sabe sempre tudo; para quem é um pesadelo é obrigatório ler, porque os pesadelos não duram eternamente; para quem não sabe o que isto é…, bem…, para quem não sabe o que isto é, fica a saber.

Basicamente um sistema em dualboot é utilizado para partilhar dois Sistemas Operativos no mesmo disco rígido, ou não, sem qualquer tipo de incompatibilidades…

Aquilo que afasta os utilizadores do Windows das distribuições baseadas em GNU/Linux é terem dificuldade em conseguir ter o Linux e o Windows a funcionar simultaneamente no seu computador. A maioria das distribuições como o Ubuntu já trazem ferramentas como o Gparted na sua live CD (um cd que permite iniciar o Sistema Operativo sem alterar o disco rígido, ideal para testar antes de instalar) e isso vai facilitando, mas nem todas fazem o mesmo.

Qual a forma ideal de instalar qualquer distribuição Linux em dual boot com o Windows?

São várias as formas, a que eu recomendo é esta: Instalar por via de redimensionamento da partição NTFS ou FAT32 (Windows). Isso é fácil de fazer, existe o partition magic (é bom porque não precisa de desfragmentar o disco antes de particionar), contudo também existe uma solução OpenSource chamada GParted!

Mais informações sobre o GParted aqui.

O GParted pode ser executado via livecd, e é o que eu recomendo, no site oficial podem fazer o download do livecd, fica aqui um link para isso. Eu utilizo o cdburnerxp (em windows e freeware) para tudo o que seja relacionado com gravação de cd’s e dvd’s, e suponho que aqueles que mais necessitam desta ajuda estejam em windows e não tenham migrado para ainda para linux, podem também utilizar e aproveitam para testar.

Depois do ISO da livecd estar queimada num disco vamos desfragmentar o disco (se utilizarem o partition magic 8 não necessitam disto) . O windows tem um desfragmentador, tal como devem saber, mas é muito mau. Na realidade ainda não consegui perceber porque raio o windows insiste em escrever no final da partição, fica aqui a dúvida existencial, confesso que tinha necessidade de partilhar isto… Utilizem portanto outro desfragmentador, ainda que não seja gratuito, como a solução O&O Defrag 10 Professional Edition, é trial portanto vão conseguir utilizar para este efeito e depois podem desinstalar.

No final do processo de desfragmentação reiniciem o PC com o disco do GParted inserido e vão ser contemplados com o gestor de arranque do GParted, escolham a opção relativa ao vosso sistema, ou mandem iniciar com configurações automáticas. Dentro do GParted redimensionem a partição NTFS e não criem partição nenhuma, deixem o espaço simplesmente desalocado, é o que eu recomendo.

No final apliquem as modificações e o GParted fará isso em segundos.

Agora é tempo de instalarem a vossa distribuição linux favorita. Eu sou utilizador do OpenSuse 10.2, acho uma distribuição exemplar, contudo o Ubuntu também me agrada e tem uma grande comunidade com muita documentação, já para não falar que é “debian based” e todos conhecemos a estabilidade do Debian. Seja qual for a vossa opção, em todas as distribuições, durante o processo de instalação, quando é chegada a parte da gestão do disco para a instalação aparece uma opção semelhante a esta:

“utilizar o maior espaço livre contíguo”

Se a redacção não for a mesma, será certamente muito semelhante e tenho a certeza que todas as distribuições têm algo semelhante. Essa opção leva o instalador a criar automaticamente, no espaço que deixaram desalocado, uma nova partição EXT3, assim como a habitual swap, etc, não se preocupem com isso se ainda não estão dentro do mundo do Linux, o instalador faz isso por vocês… Além disso o instalador vai instalar um gestor de arranque, geralmente o grub

O grub resume-se a isto: O computador arraca normalmente e antes de iniciar qualquer Sistema Operativo somos contemplados com um ecrã que nos pergunta qual o Sistema Operativo que queremos iniciar…

Qualquer coisa como isto:

https://i2.wp.com/www.asanque.net/informatique/dossiers/debian/miniatures/58%20-%20Grub%202%20noyaux.jpg

Simples não é?

 

Qualquer dúvida comentem aqui!

 

Abraços

Anúncios

0 Responses to “Dois SO’s no mesmo HDD em dualboot”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Ubuntu 10.04

Ubuntu: For Desktops, Servers, Netbooks and in the cloud
Junho 2007
S T Q Q S S D
    Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Petição contra o Novo Acordo Ortográfico

manifestodefesalinguapoug5

Plágio!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Visitas

  • 430,267 visitantes

%d bloggers like this: